Criar Redação Unidades      Instagram     Facebook     YouTube     Telefones     Contato       
Afinal, o Português é uma língua difícil?
O professor de Língua Portuguesa, Luiz Cláudio Jubilato, propõe debate sobre esse mito, justamente nesta semana em que se comemora o Dia da Língua Portuguesa (10 de junho)
sexta-feira, 09 de junho de 2017

Eu canto em português errado. Acho que o imperfeito não participa do passado. Troco as pessoas, troco os pronomes”. O trecho acima é da música Meninos e Meninas da Legião Urbana, banda que fez a cabeça dos jovens entre os anos 80 e 90. A canção traduz a sensação de muitas pessoas que acreditam que a Língua Portuguesa é de difícil de assimilação. Neste próximo sábado, 10 de junho, é comemorado o Dia da Língua Portuguesa. A data abre espaço para discussões sobre o grau de dificuldade da língua.

O professor Luiz Cláudio Jubilato, fundador do Criar Redação, discorda dessa forma de pensar. Para ele, a beleza da Língua Portuguesa reside justamente na sua complexidade e diz que o problema está no processo de alfabetização dos estudantes e na formação ao longo da vida. “A dificuldade está na metodologia repetitiva e inócua para ensinar o falante nativo a dominar a norma culta. “O mito da dificuldade começa a ser alimentado pelo próprio professor na sala de aula. Se falamos, pensamos, sonhamos e nos comunicamos em Português, como pode ser a nossa língua difícil?”, questiona.

O especialista avalia que o Português é de uma beleza tão grande que fez surgir escritores, como Fernando Pessoa, Florbela Espanca, Machado de Assis, Clarice Lispector, Eça de Queirós, Guimarães Rosa, Graciliano Ramos, Cecília Meireles, dentre outros. Jubilato faz ainda uma reflexão sobre o idioma e diz que ele traz possibilidades múltiplas de construção de frases, ritmos e ainda possui um vocabulário muito rico, já que recebeu influências de várias línguas e influenciou outras tantas. “Toda essa gama de elementos faz desta a língua mais bela de quantas há”, compara.

Para o professor, o domínio da norma culta padrão da Língua Portuguesa é fator de exclusão social e instiga: “quem não lê, não tem vocabulário. Quem não tem vocabulário, não entende. Quem não entende, não reconhece os temas que lhe interessam. Quem não reconhece esses temas, não consegue debatê-los, sequer sabe como eles o afetam”.

Ele orienta que, para se compreender bem uma língua,há muitos fatores envolvidos, mas garante: “o principal é a leitura”. De acordo com Jubilato, o mundo é constituído por palavras. O pensamento, o sonho, o relacionamento são identificados por palavras. “Quanto mais palavras, maiores são as possibilidades de haver comunicação e a comunicação, sem “ruídos” é a chave para o relacionamento entre os seres humanos e entre eles e o mundo que os cerca”.

Dia da Língua

O próximo dia 10 de junho é o Dia Mundial da Língua Portuguesa, data comemorada pelo mundo lusófono, ou seja, pelos oito países que falam o idioma: Brasil, Angola, Timor Leste, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe.  A data também marca a fundação do Criar Redação no ano de 1991. Neste ano, o sistema de ensino comemora 26 anos de existência.

A Língua Portuguesa no mundo

O Português é um idioma que viajou por todos os cantos do mundo e, por isso, se tornou a língua oficial de muitos povos. Com aproximadamente 360 milhões de falantes, trata-se da quinta língua mais falada no mundo, a terceira mais falada no hemisfério ocidental e a mais falada no hemisfério sul do nosso planeta.

 

COMPARTILHAR
  • Facebook
  • Twitter
  • Tumblr
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • RSS
Notícias
Busca
Arquivo
dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Criar Redação | www.cursocriar.com
1991-2017 © Todos os direitos reservados
Desenvolvimento: Netmarco.com