Criar Redação Unidades      Instagram     Facebook     YouTube     Telefones     Contato       
A Redação da Fuvest
sexta-feira, 06 de janeiro de 2017

(Prof. Luiz Cláudio Jubilato)

O tema de redação da prova da FUVEST não é tão difícil como muitos cantam em verso e prosa. Em 2016, o tema foi “A Utopia Da Juventude”, como vários veículos de comunicação apontaram. Certo? Não errado. O tema foi "As utopias: indispensáveis, inúteis ou nocivas?", ou seja, havia três palavras chaves “indispensáveis”, “inúteis”, “nocivas” que deveriam balizar a discussão. Abordagem geral sobre a obra de Thomas Morus “Utopia” poderia levar a uma fuga parcial da discussão.

Não raro, a prova da FUVEST traz palavras ou expressões não habituais, como “descatracalização da vida”,“altruísmo”, “camarotização”, por exemplo, porém os excertos da coletânea apontam diversas definições dessas expressões, para que o aluno não se perca. Além disso, cada excerto discutiu uma das três possibilidades de “utopia”. Inclusive, apontou um projeto de texto coerente para que o aluno desenvolvesse.

 

O problema é que esse tipo de tema empurra o aluno menos preparado para as divagações ou para meras citações de frases de filósofos, sociólogos, poetas ou para o desespero, porque tem que enfrentar uma discussão para qual não se preparou. Empurra também para o óbvio: a citação de distopias (?) como 1984, Admirável Mundo Novo, Revolução dos bichos, por exemplo.

A citação pela citação se torna uma inutilidade, pois não demonstra a capacidade de o aluno argumentar de forma coerente. A banca examinadora prefere as relações de ideias. Vê nisso um aluno maduro.

Os temas ou são político-sociais (“Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia /2015) ou socioeconômicos (O ministro de finanças do Japão, Taro Aso, que os velhos deveriam “apressar-se a morrer”, para aliviar a pressão que suas despesas médicas exercem sobre o Estado/2014) ou até mesmo os de caráter “supostamente” filosófico.

Há saída para abordar temas inesperados? Claro: a) apoiar-se na coletânea; b) pensar em fatos concretos nas áreas de literatura (Capitães da Areia, por exemplo),história (socialismo) e geopolítica (Primavera árabe) ou até mesmo nas próprias experiências: tecnologia, feminismo…

A proposta costuma trazer muitas perguntas para direcionar o projeto de texto. Responda as que considerar importantes.

Meus conselhos são: siga as instruções à risca, preste atenção às palavras chaves no tema; não fique citando frases “fofinhas” para demonstrar que você possui repertório cultural; pense sobre fatos concretos.

Boa sorte.

Boa prova.

 

COMPARTILHAR
  • Facebook
  • Twitter
  • Tumblr
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • RSS
Notícias
Busca
Arquivo
dezembro 2017
S T Q Q S S D
« nov    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Criar Redação | www.cursocriar.com
1991-2017 © Todos os direitos reservados
Desenvolvimento: Netmarco.com